Bulldog Francês


BulldogPequeno e compacto, possui uma carinha irresistível de morcego. O Bulldog Francês é especialista em ser cão de companhia, adora crianças e na maioria das vezes, não costuma latir muito.

É uma raça que chama a atenção por onde quer que passe. É engraçado, muito bonito e ao mesmo tempo é diferente. Alguns costumam dizer que o Bulldog Francês parece mais com uma miniatura de touro do que com um cachorro.

Quando se vê um Bulldog Francês pela primeira vez, pode-se achar que ele é um cão bravo, devido a sua aparência diferenciada, mas muito pelo contrário, é uma raça muito doce e meiga.

Histórico e origem da raça

No período da idade média, o surgimento mais provável foi o mesmo de como apareceram todos os Dogues do império Romano. O Bulldog Francês é parente do Bulldog da Grã-Bretanha.  O Bulldog Francês que somos apaixonados e que conhecemos atualmente foi o resultado de inúmeros cruzamentos de criadores amantes da raça.

Conhecido por muitos como Frenchie, o Bulldog Francês teve sua existência registrada em três países: Estados Unidos, Inglaterra e França.

A Inglaterra teve sua presença registrada na formação da base inicial da raça, no qual se baseou no antigo Bulldog.  Já os criadores Franceses fizeram alterações no pequenino Bulldog, transformaram esses cães num típico Francês diferenciados e distintos. Além de tudo isso, os criadores Americanos também entraram em ação, foram os primeiros a exigirem as famosas e lindas orelhas de morcegos dos Bulldogs Francês.

No ano de 1880, em Paris foi fundado o primeiro Clube da raça. Mas o primeiro registro de inscrição ocorreu em 1885. O Padrão da raça foi descrito em 1898, porém modificadas inúmeras vezes, até que em 1986 e depois em 1994 foi reformulado oficialmente pelo Comitê do Clube do Bulldog Francês.

bulldog_principalTemperamento

São cães muito alegres, brincalhões, inteligentes, companheiros, leais, sociáveis, esportivos e muito espertos.

Muito afetuoso com crianças e principalmente com seu dono. Necessitam da companhia humana.

Os níveis de exercícios diários não são muito elevados, uma caminhada diária é o suficiente para suprir suas necessidades. Porém alguns Bulldog podem ter níveis de hiperatividades diferentes, neste caso, necessitando ter uma atividade um pouco mais intensa do que uma simples caminhada.

É necessário ter uma atenção redobrada nos dias mais quentes, pois são cães bronco Cefálicos, devido ao seu focinho achatado, isso faz com que eles tenham dificuldades para a regulação da respiração e as vezes a temperatura corporal.

É uma raça que se adapta muito bem em ambientes menores, como apartamentos ou quitinetes.  São cachorros de ambientes internos, não devem ficar fora de casa.

Aparência Geral:

São cães tipicamente molossóides, ou seja, que possuem um físico forte, porém de pequeno porte. Sua aparência é muito poderosa, com pelos raso e focinho curto, com trufa achatada. Orelhas bem empinadas e a calda é naturalmente curta.

Seu aspecto é de um cão ativo, muito musculoso, com estrutura compacta e sólida ossatura.

  • Raça: Bulldog Francês
  • País de origem: França
  • Nome original: Bouledogue Français
  • Grupo: 9
  • Posição no Ranking de Inteligência 58º Posição.
  • Utilização: Companhia.
  • Necessidade de exercícios: Baixo/Médio
  • Temperamento: Super dócil, alegre, afetuoso, esperto
  • Adestrabilidade: média
  • Exames sugeridos: exames de pele e ouvido.
  • Expectativa de vida: 12 a 14 anos

Gestação

As cadelas normalmente são boas mães, mas necessitam de um acompanhamento nos primeiros 15 dias do nascimento dos filhotes, pois pode acontecer de haver rejeição da parte da mãe em relação a algum filhote. As ninhadas variam entre 1 a 7 filhotes.

A cesariana é algo comum nos partos dos Bullgos Francês.

bulldogHigiene e cuidados.

É essencial realizar a limpeza adequada das dobras do corpo e do rosto. A limpeza com as orelhas também deve ser efetuada regularmente.

É um cão de fácil manutenção, com mínima perda de pelos.

Cores e pelagem.

A pelagem no geral é raso, brilhante e macia.

Cores da pelagem podem ser fulvos, com inúmeras variedades de marcações e outros tons. O fulvo varia desde o vermelho intenso ao café com leite, creme e dourado claro.

Outras diferenças também são permitidas, como: variações com listras negras, tigrados, e o fulvo com a máscara negra.

Cães semelhantes

Peso


O peso ideal do Bulldog Francês não pode ser inferior a 8Kg e nem ultrapassar os 14 Kg

Alimentação:

Utilizar somente ração da linha Super Premium. Confira a diferença entre as rações. 

O suplemente de Omega 3 traz inúmeros benefícios para a vida dos Bulldogs.

 

Padrão da Raça conforme a CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE CINIFILIA

CABEÇA: muito forte, larga e cubóide. A pele forma pregas e rugas quase simétricas. A cabeça do Buldogue Francês é caracterizada por uma retração da maxila com o crânio, ganhando em largura o que perdeu em comprimento.

REGIÃO CRANIANA

Crânio: largo, quase plano com a testa muito arqueada. Arcadas superciliares proeminentes, separadas por um sulco sagital particularmente desenvolvido entre os olhos. O sulco não se prolonga para a testa. Crista occipital muito pouco desenvolvida.

Stop: profundamente acentuado.

REGIÃO FACIAL

Trufa: larga, muito curta, arrebitada, com narinas bem abertas, simétricas e inclinadas obliquamente para trás. A inclinação das narinas bem como a trufa arrebitada devem todavia permitir a respiração nasal normal.

Cana nasal: larga, muito curta, apresentando pregas centrais simétricas, descendo sobre os lábios superiores (comprimento 1/6 do comprimento total da cabeça).

Lábios: espessos, um pouco soltos e pretos. O lábio superior junta-se uniformementecom o inferior e oculta completamente os dentes que jamais devem estar visíveis. O perfil do lábio superior é descendente e arredondado. A língua jamais deve ficar amostra.

Maxilares: largos, quadrados, e poderosos. A mandíbula descreve uma curva ampla, projetando-se à frente dos maxilares. Com a boca fechada, a proeminência da mandíbula (prognatismo) é moderada pela curvatura dos ossos mandibulares. Essa curvatura é necessária para evitar um afastamento muito grande da mandíbula.

Dentes: os incisivos inferiores de modo algum podem estar atrás dos superiores. A arcada dos incisivos inferiores é arredondada. Os maxilares não podem apresentar desvio lateral nem torção. O afastamento das arcadas dos incisivos não é rigorosamente limitado, a condição essencial é que os lábios superiores e inferiores se fechem bem justos de forma a ocultar completamente os dentes.

Faces: os músculos são bem desenvolvidos, mas sem relevo.

Olhos: expressão alerta, de inserção baixa, bem longe da trufa e, principalmente, dasorelhas; de cor escura, bastante grandes, bem redondos, ligeiramente protuberantes, sem deixar aparente qualquer traço do branco (esclerótica) quando o exemplar olha direto para a frente. A borda das pálpebras é preta.

Orelhas: de tamanho médio, largas na base e arredondadas na ponta. Inseridas no altoda cabeça, sem ficarem muito próximas, e portadas eretas. A abertura da concha acústicaé voltada para a frente. A pele é fina e macia ao toque.

Bulldog-PESCOÇO: curto, ligeiramente arqueado, sem barbelas.

TRONCO

Linha superior: progressivamente ascendente no lombo para descender rapidamente na direção da cauda. Esse perfil da linha superior deve ser almejado por causa do lombo curto.

Dorso: largo e musculoso.

Lombo: curto e largo.

Garupa: inclinada.

Peito: cilíndrico e bem profundo, costelas chamadas em barril, muito arqueadas.

Antepeito: amplamente aberto.

Ventre: retraído sem ser esgalgado

 

Veja Mais Artigos