Narcolepsia Canina 3


narcolepsia caninaA narcolepsia é um distúrbio cerebral, cuja sua principal característica é o excesso de sonolência, principalmente no período diurno.  A maioria da população não possui conhecimento algum referente à narcolepsia, o curioso deste transtorno é que afeta Humanos e Cães.

A narcolepsia canina é assemelhada ao comportamento, perante uma crise a Cataplexia (Perda súbita dos sentidos) se sobressai, entretanto a paralisia do sono e algumas alucinações são complicadas de serem avaliadas, devido ao estado de sono profundo.

A caracterização do distúrbio pode estar relacionada ao hereditaríssimo, no qual a mesma se manifestará até o sexto mês de idade do cão. Também pode afetar cães com a idade mais avançada, quando isso acontece, está relacionada à perda da ligação da hipocretina (regulador da excitação)

Um cachorro narcoléptico quando fica em algum estado de stress ou agitação, acaba entrando em um sono profundo e despertando naturalmente após alguns minutos.  Isso pode ocorrer em qualquer hora ou qualquer lugar, um cão dependente dessa disfunção precisa ser vigiado e cuidado com maior frequência, pois os perigos são inúmeros e incalculáveis. Por exemplo: Atravessar a rua sozinho e cair num sono profundo no meio da estrada. Lembrando que qualquer excitação mínima já é o suficiente para fazer com que o cachorro entre em um estado narcoléptico, pode ocorrer durante uma brincadeira, com o barulho da campainha ou até mesmo na hora da alimentação.


O tratamento da narcolepsia canina é realizado através de medicamentes estimulantes, no qual mantem o cão alerta, garantindo assim que ele entre em um estado de narcolepsia e evitando alguns transtornos e acidentes.

A narcolepsia já foi registrada em 17 raças caninas, dentre elas: Dobermans, Labrador,  Retrievers, Daschunds, Poodle, Beagle, entre outros.

Não se esqueça, caso perceber qualquer alteração no seu cachorro procure um veterinário.

NarcopsiaA narcolepsia canina pode ser vista no filme recém-estreado Mato sem Cachorro, uma comédia divertida onde o cão possui este transtorno. O cão convive com o casal protagonista do filme estrelado por Bruno Gagliasso e Leandra Leal.