cinomose 2


vet_cachorroOs animais de estimação ficam expostos diariamente a bactérias, parasitas e vírus que podem causar diversas doenças. Não existe ninguém que conheça melhor o seu cão do que você mesmo, por isso fique sempre atento a qualquer mudança na rotina e no comportamento do seu Pet.

O tema abordado neste artigo trata-se de uma perigosa doença que ataca os cachorros. A Cinomose é capaz de atingir vários órgãos, e muitas vezes consegue alcançar todo o organismo do cão.

A cinomose é uma doença altamente contagiosa, podendo causar a morte de um cão adulto ou filhote. É causada por um vírus que pode ser encontrado no fluxo nasal e ocular. Nos cães que já estão enfermos, o vírus também é encontrado no sangue. A cinomose possui uma grande resistência em temperaturas baixas e secas, mas em locais quentes e úmidos, consegue resistir em torno de um mês. É sensível a luz solar, ao calor e aos desinfetantes que contenham apenas 1% de Lisol. Acima de 60ºC o vírus só consegue sobreviver em torno de 30 minutos. Se você tem um filhote em casa, seria interessante limpar o chão seguidamente com bastante desinfetante, isso diminuirá os riscos do vírus atacar seu cachorro.

É uma doença silenciosa que ataca de várias formas. Não escolhe raça, cor ou idade, a única maneira de proteger seu amigo é através da vacinação. A transmissão ocorre de diversas maneiras, pelas vias aéreas, quando um cão respira o ar contaminado, ou com o contato direto com locais e outros cães que já esteja com a doença. O contato com secreções nasais, orais ou fezes é a principal forma de contaminação. O simples fato de um cão contaminado espirar poderá infectar vários cães que esteja a sua volta. Até mesmo o calçado do dono que vem da rua, pode trazer o vírus para dentro da sua casa, por isso indicamos o uso frequente dos desinfetantes.

A cinomose é mais frequente em cachorros mais velhos e principalmente em filhotes. Os filhotes quando ainda são amamentados, recebe da mãe uma pequena dose de imunização, (isso quando a mãe foi vacinada e já possui os anticorpos). Quando o filhote está com 45 dias de vida, ele deverá receber a primeira dose da vacina V8 ou V10, com 75 dias a segunda dose, e com 105 dias de vida a última dose e reforço da vacina V8 ou V10. Após deverá receber uma dose da vacina anualmente. Muitos veterinários e criadores indicam para não deixarem os filhotes junto com outros cães (que não estejam devidamente vacinados) até que concluíam as três doses da vacina. Não é indicado também levá-los para passear na rua (caminhando) ou deixá-los em quintais, pois os filhotes são muito sensíveis ao vírus. Essas vacinas V8 ou V10, protege seu cão contra a cinomose e outras doenças que também podem ser fatais, dentre elas a Parvovirose, Caronarirose, Hepatite, entre outras. Por isso a importância de manter sempre seu amigo vacinado.

Sintomas da Cinomose:

A gravidade da doença e dos sintomas irá depender de cão para cão, pois cada animal possui um sistema imunológico diferente. Após o animal ser infectado ocorre um período de incubação do vírus, que dura em torno de 4 a 7 dias. Uma vez que o vírus esteja no sangue, inicia uma serie de problemas. É uma doença aguda que causa bastante febre ou aumento da temperatura do cão, juntamente com isso o animal começa a ficar muito indisposto, falta de apetite, vômitos, diarreias, corrimento ocular e nasal. Após alguns dias a febre poderá simplesmente sumir, mas após 5 ou 6 dias, o novo pico febril iniciará novamente e se manterá durante todo o ciclo da doença. Na pele e nas mucosas, aparecem pequenas pústulas, algumas cavidades inflamatórias. O tecido interno do pulmão se inflama com a ação do vírus, ocasionando uma pneumonia, após o mesmo começa a ocorrer com estomago e intestino, ocasionando gastrite e enterite. Em alguns casos mais críticos, causa também inflamação da meninge causando e meningite virótica. Essas infecções secundárias vêm do estágio mais avançado, causando também o aparecimento de lesões mais graves, além dos corrimentos purulentos.

cachorro_veterinarioTratamento:

Ainda não existe um tratamento especifico para o vírus da cinomose. A doença só é confirmada através de exames laboratoriais, após esse fato o médico veterinário poderá tratar apenas alguns eventos paralelos, como medicamentos para febre, convulsões, vômitos, entre outros.

O prognóstico normalmente é desfavorável para os filhotes, possuindo uma alta taxa de mortalidade após contraírem o vírus. Animais mais velhos, que possuem o sistema imunológico desenvolvido, conseguem melhorar os sintomas aos poucos, mas o vírus não é eliminado e nem combatido.

A cinomose não é brincadeira, é uma doença que normalmente é fatal. É responsabilidade dos donos dos pets se conscientizarem a fazer a vacinação correta, pois o único modo dos cães não adquirirem a doença é a través da prevenção com a vacinação.

Não se esqueça, se seu Pet contraiu o vírus, mesmo que ele esteja fazendo o tratamento correto, o vírus pode se espalhar e contagiar outros cães, até mesmo após semanas do aparecimento da doença.

Cuide do seu melhor amigo!

Confira aqui um artigo sobre vacinar ou não vacinar o seu Cão


2 pensamentos em “cinomose

Os comentários estão desativados.