Mantenha seu cão tranquilo durante os fogos de artifícios 1


amamos-fogos-artificio

Muitos de nós já tivemos esse tipo de experiência com nossos cachorros, a hora de assistir fogos de artificio.

Para alguns cachorros menos sensíveis a estímulos, como por exemplo, cães de caça, que já foram acostumados com barulhos de tiros e outras coisas, os fogos de artifício não fazem grande diferença. Porém para alguns cachorros, aqueles barulhos altos, tremores na terra, luzes no céu, podem ser um estimulo demasiado, forte demais para eles suportarem.

O barulho dos fogos no geral, deixam os cachorros muito agitados e ansiosos. Isso não é nada bom para eles.

Vamos ver como proceder para evitar esse tipo de situação e manter o cão tranquilo durante os fogos de artifício:

Habituação

Se você já sabe como o seu cão se comporta com fogos de artifício e quer habituá-lo aos poucos com esse tipo de situação, siga as nossas dicas e seja paciente com seu Pet:

  • Coloque no seu telefone celular ou computador sons imitantes a barulho de fogos;
  • Aumente gradualmente o volume com o repetir das vezes. Realize esse procedimento inúmeras vezes, até mesmo quando estiver comendo, brincando ou passeando. É importante que o cachorro associe esse barulho a momentos agradáveis e descontraídos.  Desta forma, com o passar do tempo, vai estar mais habituado e não irá reagir com medo e pânico.

  • Fique junto com seu cachorro
  • Fique próximo ou junto com seu cachorro quando os fogos forem lançados com força total.

  • Brinque com ele e tente distraí-lo o máximo possível.

Quando o cachorro perceber os fogos de artifício, ele não vai saber como reagir, portanto, vai procurar auxilio em você, que é o líder dele. Ao mostrar que está descontraído, feliz e que não á nada a temer, seu cão vai se sentir mais seguro e com menos medo.

Não deixe seu cachorro sozinho

compania-amamoscachorrosSe não tiver tempo de habituar seu cachorro com os fogos ou se não conseguir estar em casa com ele nessas primeiras vezes após o treinamento, uma boa opção é deixá-lo na casa de algum conhecido. Se o local ficar mais afastado da queima de fogos, isso será ainda melhor.

Caso o cachorro ainda não conhece o local, leve-o 2 ou 3 vezes para que fique mais habituado, antes de deixá-lo sozinho com os seus amigos, familiares ou hotéis Pet.


Essa opção é muito utilizada para cachorros que sofrem com problemas neurológicos, como a epilepsia canina, e consequentemente não podem ser estimulados. Portanto, a melhor opção nesse tipo de situação é levá-lo a um local tranquilo e sossegado.

Sedativos?

Caso nenhuma das opções mencionadas anteriormente funcione para seu cachorro, talvez seja válida a ideia de aplicar um sedativo mais fraco, somente para acalmá-lo.

Alguns animais reagem muito mal aos fogos de artifício, inclusive existem inúmeros casos de cachorros que foram a óbito, devido a um ataque cardíaco ou fuga em desespero total aos fogos.

Se a opção for o sedativo, o mesmo deve ser aplicado antes da queima de fogos iniciar, caso contrário o sedativo será anulado devido a adrenalina do corpo do animal.

Lembre-se, jamais apliquei um sedativo por conta própria, converse com um veterinário sobre o assunto e verifique essa possibilidade no seu cãozinho. Cada animal é único e reage de uma forma diferente.

 

E então, o que achou destas dicas? O seu cão é assim, fica agitado com fogos de artifício?

Qualquer dúvida basta deixar a sua pergunta logo abaixo nos comentários, bem como, dúvidas ou sugestões.

 

Créditos:

Ricardo Pereira

Proprietário do blog MeusPets