Vacinação contra a Gripe Canina


Com a chegada do inverno, e as mudanças bruscas de temperatura, os animais de estimação ficam mais susceptíveis as doenças respiratórias. Entre estas, uma se destaca, a traqueobronquite infecciosa canina, também chamada de gripe canina e entre os criadores de “tosse dos canis”. Entenda mais sobre o assunto e a importância da vacinação contra a gripe canina.

A gripe canina é uma doença respiratória contagiosa, causada principalmente pelo Adenovírus Tipo 2, o vírus da Parainfluenza e a bactéria Bordetella bronchiseptica.

Sintomas

Os cães apresentam tosse paroxística, geralmente seca, forte e persistente que pode perdurar por semanas. As crises frequentemente acontecem após algum esforço físico, causando dificuldade para respirar e ânsia de vômito. Têm-se a impressão que o cão está engasgado. Além disto, falta de apetite, apatia e perda de peso também são sintoma da doença. A ocorrência de febre é variável.

Antigamente, esta doença era mais comum em canis e abrigos de cães, assim surgiu o nome, tosse dos canis. Hoje o risco de infecção existe em qualquer lugar, não importando raça ou idade. Isto significa que mesmo num simples passeio pela rua, seu cão já pode estar exposto a doença.

Tratamento

Alguns pacientes recuperam-se em até 14 dias, sem sequelas. Alguns, entretanto, irão necessitar de tratamento antibiótico de amplo espectro. A melhor forma de prevenir a doença é através da vacinação anual, sempre sob orientação de um Médico Veterinário. As vacinas usadas na rotina veterinária (polivalente óctupla ou déctupla) já possuem imunógenos contra adenovírus e parainfluenza, ficando de fora somente a Bordetella bronchiseptica . Para este agente há necessidade de uma vacina adicional, conhecida como vacina contra a gripe canina. Animais velhos e predispostos a doenças devem ser obrigatoriamente vacinados. Com uma única dose da vacina, seu amigo já estará protegido durante um ano.

Consulte seu Médico Veterinário e não deixe de vacinar seu cão. A prevenção continua sendo o melhor remédio, e o mais barato. E lembrem-se, vacinações devem ser realizadas em clínicas veterinárias e sob supervisão de um médico Veterinário.


 

 

Créditos

Médico Veterinário

Luciano Frozza

Clínica Veterinária Quatro Patas

Venâncio Aires – Rio Grande do Sul

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*